Guia do Hiit

E-book Cortesia:

Exercícios HIIT

O HIIT substitui o treino de musculação?

O HIIT substitui o treino de musculação?
O HIIT substitui o treino de musculação?
5 8 votos

Essa é uma das dúvidas mais frequentes quando o assunto é treino intervalado de alta intensidade.

Afinal, ele substitui o treino de musculação? Como intercalar o treino HIIT com os treinos de força?

Primeiro, vamos entender o foco principal dos dois exercícios.

Obs. Nós queremos que você tenha uma ótima experiência com o Treino Hiit, por isso temos uma pareceria com um dos maiores especialistas em Hiit e Emagrecimento. Click aqui e descubra como perder peso em 12 semanas de Hiit.

O HIIT tem foco na ativação do mecanismo de queima de gordura e na elevação do gasto energético do corpo, como já vimos no artigo Qual o mecanismo de funcionamento do HIIT?.

O treino de musculação tem foco no fortalecimento muscular e, para algumas pessoas, no ganho de massa muscular.

Se o HIIT pode substituir a malhação? Sim e não. Depende do objetivo. Entenda o porquê.

Musculação combinada com HIIT

Para os praticantes de musculação que pretendem perder gordura sem perder massa magra (ou até mesmo ganhando massa magra), o HIIT pode ser um potencializador sem que a pessoa deixe de praticar a musculação.

Para simular os efeitos do HIIT, a própria musculação pode ser praticada de maneira diferente, em um ritmo mais acelerado, intercalando exercícios. Veja o que diz o médico Carlos Kein (fonte: M de Mulher):

A musculação é muito importante na manutenção da massa magra e do tônus muscular. E gasta muitas calorias também. O que você deve fazer é procurar fazer a musculação de forma intensa, respeitando os estímulos propostos pelo professor e o tempo de descanso”.

Ele completa:

Na academia, vejo muita gente fazendo musculação e conversando durante 3 ou 4 minutos entre uma série e outra. Nesse tempo, seu corpo já voltou ao estado de repouso. Aqui está um ponto crucial: numa sessão de treino, você não deve jamais deixar seu corpo voltar ao estado de repouso”.

Outra opção é intercalar exercícios de musculação com exercícios de HIIT. Por exemplo, praticar a musculação duas a três vezes por semana e o HIIT três vezes por semana. Isso, com certeza, fará com que você perca gordura e aumente o tônus muscular.

Mas lembre-se, não pratique o HIIT no mesmo momento da musculação. Por exemplo, praticar exercícios intercalados (correr e caminhar, por exemplo) e depois realizar musculação.

Se for fazê-lo no mesmo dia, dê ao menos 6 horas de espaçamento do treinamento.

Como os dois treinamentos são anaeróbicos e têm como base a queima glicolítica, um poderá interferir na execução do outro, provocando uma queda na capacidade corporal de responder aos movimentos e nos resultados.

Como o Treino Hiit pode ser amigo da musculação? Saiba:

 

 HIIT: Amigo da musculação

Os longos treinamentos aeróbicos podem liberar muitos hormônios catabólicos, ou seja, que degradam os próprios músculos para obtenção de energia. O mais famoso deles é o cortisol.

Um dos efeitos da ação do cortisol é roubar proteína dos músculos para fornecer energia ao corpo, tirando o foco do uso de gordura como combustível e ocasionando perda muscular.

O mesmo não ocorre com o treinamento HIIT. Como o treinamento intervalado de alta intensidade tende a ser rápido, o corpo não chega a liberar tais hormônios. Por isso, o HIIT pode ser combinado tranquilamente com a musculação, potencializando a queima de massa gorda e o gasto calórico.

Quando o HIIT pode substituir a musculação

O HIIT é ideal para pessoas que não possuem tempo para treinar por mais de uma hora (na verdade, exercícios HIIT podem durar, por exemplo, apenas 15 ou 20 minutos) ou que não possuem acesso à academia por motivos financeiros, logísticos ou organização pessoal (família, filhos etc.).

Como existem programas de exercícios intervalados que não necessitam de aparelhos ou estruturas diferenciadas, o HIIT pode ser praticado em qualquer lugar e a qualquer momento.

Pessoas que não desejam ganhar massa magra e que se encontram numa das situações acima descritas, ou ainda, que não gostam de musculação, podem substituir os exercícios musculares pelo HIIT tranquilamente.

Claro que, quanto mais a pessoa consiga encaixar atividades físicas em sua rotina, mais completos serão os benefícios e mais rápidos os resultados. Entretanto, sabemos que a vida moderna não permite que viremos verdadeiros atletas.

Por este motivo, os treinos HIIT são tão práticos e viáveis.

Fonte:

Entrevista com Carlos Klein. Disponível em: http://mdemulher.abril.com.br/dieta/colunistas/carlos-klein/secar-so-exercicio-aerobico-basta-496995.shtml

Sobre o autor | Website

Loucos por resultados, cansados da mesmice! Saiba mais sobre nós ‎AQUI

Gostou deste conteúdo?

Receba mais conteúdos como este:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

3 Comentários

  1. Marcos disse:

    Bacana.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.