Guia do Hiit

E-book Cortesia:

HIIT

Qual o mecanismo de funcionamento do HIIT?

Qual o mecanismo de funcionamento do HIIT?
Qual o mecanismo de funcionamento do HIIT?
5 6 votos

Bom, a essa altura da nossa jornada você já sabe o que é o HIIT, certo?

O exercício praticado de maneira intervalada vai acelerar o seu metabolismo, da mesma forma que os exercícios anaeróbicos láticos, mas, na modalidade HIIT, a execução por mais tempo será viável, pois haverá as fases de baixa intensidade, como no caso dos exercícios aeróbicos.

Mesmo assim, para dar resultado, a execução não precisará (nem deverá) ter a mesma duração de um exercício aeróbico, como uma caminhada de uma hora.

Uma das vantagens do HIIT está em, justamente, consumir menos tempo do praticante oferecendo resultados semelhantes ou até superiores.

Mas porque o treino hiit funciona? Saiba:

 

Porque o HIIT funciona?

Veja este trecho do estudo “Efeitos do treinamento aeróbico sobre a frequência cardíaca”:

“(…) muito embora exercícios moderados já contribuam para o aprimoramento da saúde, há evidências consistentes e recentes de que exercícios de alta intensidade ou vigorosos produzem efeitos positivos ainda mais importantes sobre o perfil lipídico (…)” (ou seja, sobre a gordura corporal).

Vemos então que os exercícios de alta intensidade promovem de maneira mais eficaz a queima de gordura.

Os intervalos de alta intensidade deverão ser realizados próximo da capacidade aeróbia máxima (VO2 máx) e da fadiga.

Porém, o corpo não suporta a realização de atividade física muito elevada por um período grande sem sentir dor ou desconforto (lembra-se do artigo sobre a atividade anaeróbica lática?).

Por isso, deve-se dar um intervalo para que organismo utilize um pouco de ar para sintetizar mais ATP. Com o intervalo de moderação, isso é possível. Seria como “parar para respirar”.

O intervalo moderado também permite que o corpo elimine o ácido lático, evitando a dor e permitindo o retorno para a fase de alta intensidade.

Mas, o grande diferencial do HIIT é ativar o EPOC (lembra-se da explicação sobre o EPOC?).

Este processo consiste na contínua queima energética mesmo após o término do exercício.Quando você eleva o metabolismo em uma atividade física que exige o máximo de seu corpo, este efeito é acionado.

Além da queima de gordura mais intensa, outra vantagem do HIIT é não acomodar o corpo em um determinado ritmo.

Veja o que diz Maiza Moreira da Silva, coordenadora do Laboratório do Movimento da Universidade Federal de Minas Gerais, em matéria para o site M de Mulher:

“(…) a resposta do organismo ao exercício físico é mais evidente nas primeiras semanas ou meses, mas, após um tempo, ele busca equilíbrio e os resultados vão diminuindo. Por isso, é necessário provocar estímulos diferentes, tirando o corpo desse equilíbrio para alcançar a meta desejada.”

Além disso, há várias pesquisas que mostram que, pessoas que foram submetidas a treinamentos HIIT obtiveram maior eliminação de gordura do que pessoas submetidas a outros tipos de exercício, como no caso da pesquisa canadense Impact of exercise intensity on body fatness and skeletal muscle metabolim” (Impacto da intensidade do exercício na gordura corporal e no metabolismo da estrutura muscular).

No estudo, há a demonstração da diferença de resultados entre dois grupos de pessoas: Um deles foi submetido a exercícios de resistência (aeróbicos) e o outro a exercícios HIIT.  O primeiro grupo apresentou maior gasto energético, porém menor eliminação de dobras cutâneas (gorduras), enquanto o segundo grupo teve uma eliminação até nove vezes maior da gordura corporal.

Vemos então que o exercício do tipo HIIT é extremamente eficaz (senão o mais recomendado) para eliminação de gordura corporal.

Dê adeus aos seus pneuzinhos! 😉

Obs. Nós queremos que você tenha uma ótima experiência com o Treino Hiit, por isso desenvolvemos um e-book que simplesmente tem todas as informações que você precisa sobre este treino incrível.

Não deixe de ter sua cópia enquanto ele ainda é gratuito!

Click aqui para baixar o E-book Gratuitamente.

Referências:

1) “Impact of exercise intensity on body fatness and skeletal muscle metabolism”, de Angelo Tremblay e Jean-Aimé Simoneau. Realizado em: Physical Activity Sciences Laboratory, Laval University, Ste-Foy, Québec, Canada.

2) http://mdemulher.abril.com.br/dieta/reportagem/dietas/jeito-rapido-queimar-quantos-quilos-voce-quiser-698237.shtml

3) “Efeitos do treinamento aeróbico sobre a frequência cardíaca”, de Marcos B. Almeida, Claudio Gil S. Araújo. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbme/v9n2/v9n2a06.pdf

 

Ps. Se seu objetivo é emagrecer com saúde, tenha certeza que o hiit é o melhor caminho.

Contudo, se você é iniciante pode ser um pouco mais dificil...

Caso precise de ajuda Veja aqui um ótimo Curso de Hiit com aulas On-line.



Sobre o autor | Website

Loucos por resultados, cansados da mesmice! Saiba mais sobre nós ‎AQUI

Gostou deste conteúdo?

Receba mais conteúdos como este:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

2 Comentários

    Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
    entre em contato com o suporte.