Aeróbico em Jejum: Pode ou não Pode?

Aeróbico em Jejum: Pode ou não Pode?
5 6 votos

Na eterna busca pela perda de gordura, muitas pessoas passaram a adotar uma técnica que virou moda nas academias do Brasil: O treino aeróbico em jejum, chamado também de AEJ.

Realmente, fazer uma caminhada de meia hora em jejum forçará o corpo a utilizar mais reservas de energia (gordura) para manter o movimento, comparado a se exercitar depois de comer.

Entretanto, este tipo de prática pode estar longe de ser a melhor maneira de perder peso. Entenda o porquê.

Mas, se o treino aeróbico em jejum resolve, por que ele não é uma boa opção?

Vamos entender um pouco sobre as diferenças relacionadas ao condicionamento físico.

Pessoas com ótima condição cardiorrespiratória (em termos gerais, aquelas que estão acostumadas a realizar exercícios físicos) têm maior capacidade em utilizar a gordura como energia.

Obs. Nós queremos que você tenha uma ótima experiência com o Treino Hiit, por isso desenvolvemos um e-book que simplesmente tem todas as informações que você precisa sobre este treino incrível.

Não deixe de ter sua cópia enquanto ele ainda é gratuito!

Click aqui para baixar o E-book Gratuitamente.

Isso ocorre porque, quanto mais condicionado fisicamente, mais o organismo é eficiente em mobilizar as células gordurosas para a síntese hepática.

Esta tal síntese nada mais é que o processo onde o fígado quebra as moléculas de gordura e as transforma em reserva de energia para o corpo.

Já as pessoas com baixo condicionamento não possuem um organismo que responderá rápido à necessidade de utilizar a gordura armazenada no corpo de maneira prioritária.

Neste caso, o corpo vai usar a glicose disponível para sustentar o movimento.

Se exercitar nesta situação pode provocar uma queda brusca dos níveis de glicose no sangue, que já estão baixos quando você está em jejum, ou seja, pode levar a hipoglicemia.

Os sintomas podem ser tonturas, cansaço extremo, náuseas e até mesmo situações extremas como vômitos e desmaios.

Ou seja, imagine que você não se alimentou e portanto seu corpo esteja com baixas reservas energéticas e você decida fazer um treino aeróbico em jejum.

Se você tem bom condicionamento, seu corpo vai responder rápido à necessidade energética e vai conseguir utilizar a gordura armazenada como combustível.

Se você não possui um bom condicionamento físico, desde o início do exercício seu corpo sofrerá com a falta de combustível e poderá até mesmo recorrer aos seus músculos para obter energia.

Este efeito pode causar perda de massa magra o que, no fim das contas, prejudica a perda de peso (lembra-se de que, quanto mais músculos possuímos, maior a nossa capacidade de queimar gordura?).

Além disso, quando a pessoa sem condicionamento físico tenta praticar o aeróbico em jejum, ela vai acabar fazendo exercícios bem leves e por pouco tempo (por exemplo, caminhar durante meia hora).

Mesmo em jejum, ela terá um resultado menor do que se tivesse se alimentado e praticado exercícios com foco em seu objetivo, como por exemplo, um treino HIIT, altamente focado na perda de gordura.

Sendo assim, em nossa humilde opinião, de forma geral o treino em jejum não compensa.

Então… O que fazer para acelerar a perda de peso? Continue lendo:

 

Então, qual a melhor opção para emagrecer?

A melhor opção para emagrecer é fazer cada tipo de exercício em seu tempo.

O AEJ pode beneficiar pessoas que praticam atividade física há mais tempo e que querem fazer um exercício que quebre os padrões de exercícios a que a pessoa está acostumada.

Para as pessoas menos treinadas, o melhor é iniciar um programa de exercícios focado em seus objetivos e aos poucos.

O HIIT, conforme já explicamos neste artigo, é uma ótima opção para perder gordura corporal.

AULA DE DEMONSTRAÇÃO

GOSTOU DA AULA?

SAIBA MAIS SOBRE COMO EMAGRECER COM TREINO HIIT:

 

 

Este tipo de exercício, que intercala movimentos de alta intensidade com movimentos de intensidade média a leve, pode ser adaptado para praticamente qualquer nível de condicionamento.

O HIIT prevê a execução de exercícios com o máximo de esforço possível, então, é extremamente necessário que o indivíduo esteja corretamente alimentado.

O ideal é alimentar-se de carboidratos antes do treino e, após o treino, priorizar a ingestão de proteínas. Para não engordar procure sempre alimentos de absorção mais lenta.

Treinar de maneira séria e dedicada sempre será melhor do que apostar em truques que podem até trazer alguns resultados de forma passageira, mas que envolvem riscos que, geralmente, não compensam.

Quero fazer o AEJ mesmo assim. Quais precauções devo tomar?

Segundo Rodrigo Polesso, parceiro do HIIT Brasil e autor do site Emagrecer de Vez, primeiro de tudo, você não deve estar em jejum extremo! Um jejum recomendado é por volta de 6 a 8 horas sem comer (por exemplo, depois de dormir).

Quando você acorda, por exemplo, seus níveis do hormônio cortisol estão em pico e seus níveis de açúcar no sangue estão, geralmente, baixos.

Este quadro é bastante favorável para queima de gordura, porém, também é favorável para a queima de músculos, portanto, certifique-se de seguir as orientações a seguir se está considerando tentar esta prática.

O mais importante é que você faça uma refeição rica em proteína de qualidade e de rápida absorção no máximo 30 minutos depois de ter se exercitado.

Isso é importante para que seu corpo tenha os nutrientes necessários para cessar este período de catabolismo e começar a reparação muscular.

O ideal nestas horas seria uma boa dose de Whey Protein, por ser prático e de rápida absorção.

Esperamos que esse artigo tenha sido útil! Deixe seu comentário!

Um abraço!



Obs. Se você é inciante no Hiit recomendamos fortemente que tenha um companhamento profissional de qualidade.

Se seu objetivo é emagrecer com saúde, tenha certeza que o hiit é o melhor caminho. Click aqui e conheça um ótimo treino focado em emagrecimento.



Hiit Brasil

Loucos por resultados, cansados da mesmice! Saiba mais sobre nós ‎AQUI

Website: http://hiitbrasil.com

    3 Comentários

    1. Pingback: Hiit - O Treino Intervalado de Alta Intensidade - Hiit Brasil

    2. Naira

      a queima de gordura em jejum, não depende de condicionamento físico e sim condicionamento “metabólico”. O corpo deverá estar condicionado a queimar gordura como combustivel principal. Isso ocorre após algumas semanas restringindo carboidratos, ou seja após entrar em cetose seu corpo está apto para usar gordura como combustivel. Assim não haverá hipoglicemia.

    3. Bruno

      Cada um fala uma coisa…

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *